Duques de Sussex Anunciam Que Vão Abdicar dos Seus Cargos Oficiais na Monarquia

Apesar disso mantêm os títulos dados pela Rainha Isabel II. Por: ELLE Portugal Imagens: © GTRESONLINE

Esta quarta-feira, 8 de janeiro, Meghan Markle e Harry anunciaram que vão abdicar dos seus cargos oficiais enquanto membros seniores da Família Real. Isto significa que deixam de ser pagos pela Casa Real, já que, deixam de desempenhar funções de Estado, como as visitas oficiais, jantares e reuniões em que eram representantes oficiais da Rainha Isabel II.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” – The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

Uma publicação partilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) a


A notícia foi dada através da sua conta de Instagram, onde os Duques de Sussex explicam que se querem tornar independentes da Casa Real Inglesa, mas que mantém-se o seu apoio e lealdade à Rainha. No mesmo comunicado, esclarecem que a decisão foi tomada após vários meses de refleção. O casal revela ainda que irá dividir o seu tempo entre a América do Norte e Inglaterra. Desta forma pretendem criar o seu filho com respeito pela sua herança Real, mas longe dos holofotes e dos tablóides britânicos.

O casal, que até agora mantém o ducado, revela ainda que pretende criar um projeto de solidariedade social.

O comunicado completo

«Depois de vários meses de reflexão e discussões internas, decidimos fazer a transição, este ano, e começar progressivamente a desempenhar um novo papel nesta instituição. Tencionamos deixar de ser membros ‘senior’ da Família Real e trabalhar para nos tornarmos financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente a Rainha. É com o vosso apoio, particularmente durante os últimos anos, que nos sentimos preparados para fazer este ajuste. Agora planeamos equilibrar o nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, continuando a honrar o nosso dever para com a Rainha, a Commonwealth e os nossos patronatos. Este equilíbrio geográfico irá dar-nos a possibilidade de educar o nosso filho segundo a tradição real em que nasceu, enquanto damos também espaço à nossa família para se focar no próximo passo, incluindo o lançamento da nossa nova instituição de caridade. Esperamos ansiosamente para partilhar todos os detalhes deste novo e entusiasmante passo a seu devido tempo, enquanto continuamos a colaborar com a Rainha, o Príncipe de Wales, o Duque de Cambridge e todas as entidades relevantes. Até lá, aceitem, por favor, os nossos mais sinceros agradecimentos pelo vosso contínuo apoio.»