O Desfile da Chanel Foi Invadido e Foi Gigi Hadid Quem Expulsou a Intrusa

Se algum dia Gigi Hadid decidir deixar de ser modelo, pode sempre seguir a carreira de segurança. Imagens: © Imaxtree.

Invasões de palco, em concertos e festivais, são bastante comuns. Mas alguém a juntar-se a uma linha de modelos, no agradecimento, durante um desfile de moda parece algo que só aconteceria num filme. Aliás, numa comédia. E bastante ousada, por sinal. No entanto, a verdade é que isto aconteceu na vida real e, ainda por cima, na apresentação de uma coleção na qual não esperávamos (de todo): a da Chanel.

Enquanto as modelos passavam uma última vez pela passerelle, em conjunto, durante o final da apresentação da coleção desenvolvida pela nova diretora criativa da Chanel, Virginie Viard, uma das convidadas – cuja identidade não foi ainda descoberta mas que, de acordo com a edição britânica da Elle, será uma youtuber – saiu do seu lugar e começou a desfilar ao lado das restantes manequins. Entre expressões de horror e indiferença (o coordenado escolhido pela «invasora» não destoava no meio das propostas da criadora para a primavera/verão 2020) do público, a equipa de segurança começou a movimentar-se no espaço para conter a mulher, mas sem êxito, dada a distância ao alvo.

A Super Gigi

A sorte foi Gigi Hadid ter aparecido para salvar o dia. Depois de a bloquear com o seu próprio corpo no momento em que esta caminhou na sua direção, a modelo segurou a convidada que irrompeu pela linha final e tirou-a do palco. A esta juntaram-se, posteriormente, outras modelos, que formaram uma barreira em torno da mulher, de modo a que esta não pudesse escapar.

O que aconteceu de seguida não sabemos, mas uma coisa é certa: a probabilidade de esta ser novamente convidada para o desfile é muito reduzida.