Globos de Ouro: Brad Pitt Foi Sozinho Para Não Acharem Que a Mãe Era A Namorada

Até porque «seria estranho» se pensassem que tinha uma relação com a mãe. Por: Inês Aparício Imagens: © GTRESONLINE.

Nós percebemos: quando uma celebridade surge acompanhado por alguém novo e misterioso, a tinta gasta pela imprensa dava para pintar cem quadros da Mona Lisa. Brad Pitt também o percebe e, por isso mesmo, decidiu aparecer sozinho nos Globos de Ouro, este domingo, 5 de janeiro. Tudo para que não pensassem que este tinha uma namorada. Principalmente porque o plus one seria a sua mãe.

«Queria trazer a minha mãe, mas não o poderia fazer, porque, com cada mulher que apareço, dizem que namoro com ela. Isso seria estranho», declarou, em tom de brincadeira, enquanto agradecia a distinção pelo seu papel em Era Uma Vez Em… Hollywood. Assim, optou por percorrer a passadeira vermelha a cantar interiormente a All By Myself.

Uma declaração de amor a DiCaprio

Ainda no discurso de aceitação do prémio de Melhor Ator Secundário num Drama, Pitt elogiou o seu «parceiro no crime», Leonardo DiCaprio. «Sabem, antes do Revenant, costumava ver, ano após ano, os seus colegas a aceitarem os galardões, levantarem-se e agradecerem-lhe profundamente. Eu sei porquê. Ele é uma estrela, um cavalheiro e não poderia estar aqui sem ele. Obrigada», disse. «Ainda assim, teria partilhado o espaço na porta», brincou, referindo-se ao clássico (e controverso) debate relativamente à cena final de Titanic.

Jennifer Aniston, uma «boa amiga» de Brad Pitt

Podem ter terminado o casamento já em 2005 (depois de terem dado o nó em 2000), mas a internet continua a torcer por Jennifer Aniston e Brad Pitt juntos. Na passadeira vermelha, numa entrevista, o apresentador ao Entertainment Tonight fez questão de o sublinhar. «O mundo está à espera deste momento. Do momento em que tu e Jennifer Aniston se cruzam no evento para que possam tirar uma fotografia juntos», afirmou. A resposta do protagonista de Era Uma Vez Em… Hollywood foi bastante descontraída: «Vou cruzar-me com a Jen. Ela é uma boa amiga», clarificou.

E poderíamos dizer que o sentimento é mútuo, ou não teria a protagonista de The Morning Show nomeada para um Globo de Ouro devido à sua interpretação na série – sorrido de forma carinhosa quando o ator fez o seu discurso de aceitação da estatueta.

Este galardão marca o regresso de Brad Pitt aos Globos de Ouro, tendo este recebido o último já em 1996. O ator foi reconhecido, nesse ano, pelo seu papel em Twelve Monkeys.